quarta-feira, 13 de julho de 2016

FIM

No domingo passado publiquei o post que representa o livro de número 300 e hoje, logo depois do pôr do sol, o deixei no banco do calçadão que fica quase em frente ao Farol da Barra. Assim, após abandonar trezentos livros que faziam parte da minha biblioteca, e da minha vida, encerro o blog.

Dou por cumprida a missão que estabeleci em abril do ano de 2010 e parto para uma nova forma de leitura. Quero voltar a fazê-lo despreocupadamente e no meu ritmo. Aproveitar esse tempo de vida que me resta para degustar as palavras escritas e não mais sorvê-las freneticamente porque tenho que cumprir a meta de um livro por semana.

Não pretendo apagar o blog da rede. Vou deixa-lo pairando nessa nuvem que é a Internet para visita-lo quando sentir saudade, ou até escrever um novo post quando achar que um bom livro merece meu humilde comentário. Também deixarei ativos o e-mail e o campo dos comentários para responder aos que escreverem.


Aos leitores e amigos meu sincero agradecimento.

Até um dia.

7 comentários:

  1. Ah... Como assim? Fim? Não, a vida continua, os livros continuam, as leituras continuam. Deixe o blog seguir novos ritmos, o seu ritmo, mudamos constantemente. Não se obrigue a nada, mas não desista, por favor! Vida longa ao blog!

    ResponderExcluir
  2. Sim. É o fim desse formato. Não estou desistindo, por isso deixei o blog ativo na rede, para escrever se der vontade de comentar sobre um bom livro.

    ResponderExcluir
  3. poxa... que triste, cara... de qualquer forma, deixa eu te parabenizar pelo blog, algo que nunca fiz

    um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caio, obrigado pelo seu comentário. O blog continua aqui e, quem sabe, um dia volto a escrever.
      Forte abraço para você.

      Excluir
  4. Que ideia fenomenal, só hoje.encontrei seu blog passeando aqui por esse mundo que é a internet! Parabéns pelo feito, é inspirador!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Maria Luiza, fico feliz que tenha gostado. Sinta-se à vontade para navegar na minha humilde opinião. Abraço.

      Excluir